top of page

Casais médicos - Desafios e vantagens do trabalho em conjunto


O Dia dos Namorados é uma ocasião especial em que os casais celebram o amor e a conexão que compartilham. Para casais médicos, essa data também é uma oportunidade de refletir sobre os desafios e vantagens de trabalhar em conjunto na profissão médica.


Se, por um lado, os desafios da carreira podem ser exacerbados nessa situação, o compartilhamento da profissão traz um laço único entre o casal que permite uma parceria incomparável tanto no âmbito profissional como pessoal.


Dentre os muitos obstáculos que esses casais enfrentam estão os horários irregulares e as longas horas de trabalho. Isso pode resultar em pouco tempo disponível para passar juntos, comprometendo a qualidade do relacionamento e dificultando a construção de uma conexão emocional sólida.


É necessário um esforço consciente para planejar momentos de qualidade e garantir que a vida pessoal não seja negligenciada. Além disso, a dificuldade em separar a vida pessoal da profissional é uma realidade. A medicina é uma profissão que exige comprometimento, e muitas vezes os casais se veem envolvidos em discussões sobre casos clínicos, pesquisas ou até mesmo lidando com eventos estressantes ocorridos no trabalho. Encontrar um equilíbrio entre a vida profissional e o tempo para nutrir o relacionamento pode ser um desafio constante, mas são uma oportunidade de construção de um vínculo extremamente sólido na relação.


Muitos casais de médicos se conhecem já durante a faculdade de medicina. Nos bancos acadêmicos, eles compartilham os mesmos sonhos e desafios, criando laços profundos baseados na admiração mútua, no compromisso com a saúde, bem como nas adversidades enfrentadas juntos. Esse ambiente propício ao crescimento pessoal e profissional estabelece uma base sólida para muitos relacionamentos. O mesmo pode acontecer com profissionais já formados, em que a partilha dos altos e baixos do ofício formam um importante eixo que sustenta uma relação pautada na cumplicidade e compreensão mútua.


Em alguns casos, o companheirismo pode até ultrapassar a esfera pessoal e criar uma oportunidade de colaborar e compartilhar conhecimentos profissionais. Casais médicos podem trocar ideias, discutir casos e buscar soluções conjuntas para desafios clínicos. Essa parceria profissional pode enriquecer a prática médica e permitir que eles cresçam juntos como profissionais. Casais médicos desenvolvem habilidades de comunicação aprimoradas, o que pode se refletir positivamente tanto no trabalho quanto no relacionamento. Eles aprendem a ouvir ativamente, compartilhar responsabilidades e tomar decisões conjuntas, habilidades que são essenciais para um relacionamento saudável e uma equipe médica bem-sucedida.



Como inspiração, trouxemos dois exemplos de casais que se apoiam em suas carreiras e vidas e compartilham seu sucesso nas redes sociais:


Vlog Mediários – Dra. Bianca e Dr. Fábio

Ela residente de Cirurgia do Aparelho Digestivo, ele médico de Família e Comunidade. Uniram-se para dar dicas sobre a carreira e trajetória na medicina. Da graduação à prática clínica, da comunicação efetiva com o paciente a experiências pessoais, o casal nos convida a pensar a relação com a medicina e outros médicos.


Mantelli Cast – Dra. Erica e Dr. Domingos

Para além de sua relação pessoal e da formação de sua família, a união da Dra. Erica Mantelli – especialista em saúde da mulher e de estilo de vida saudável – e do Dr. Domingos Mantelli – ginecologista e obstetra – resultou no Mantelli Cast: podcast no Youtube que promove conversas sobre saúde, empreendedorismo e qualidade de vida.


תגובות

דירוג של 0 מתוך 5 כוכבים
אין עדיין דירוגים

הוספת דירוג

Obrigado pela sua inscrição! Você receberá conteúdos do Blog, informações de cursos, treinamentos e promoções.

bottom of page